segunda-feira, 3 de setembro de 2007

DER GOLEM, WIE ER IN DIE WELT KAM (PAUL WEGENER, 1920)

O Golem é um dos mais fascinantes mitos judaicos. Trata-se de uma criatura de barro (tal como Adão), concebida por artes mágicas para servir o seu criador.

Após ter realizado Der Student von Prag (1913), uma narrativa fantástica baseada na lenda de Fausto e num conto de Edgar Allan Poe, William Wilson (1839), Paul Wegener fez, entre 1914 e 1920, três filmes tendo o Golem por tema. O primeiro, Der Golem (1914), remete já para a temática do terror e do fantástico. A segunda, Der Golem und die Tänzerin (1917), considerada a primeira sequela da história do cinema, é uma fantasia ligeira onde o Golem contracena com uma bailarina. A primeira versão foi destruída durante a I Guerra Mundial e, da segunda, restam apenas cinco minutos numa cinemateca de Munique. A terceira versão, Der Golem, wie er in die Welt kam (1920), rodada nos estúdios da UFA e estreada em Berlim em 1926, retoma a história do rabi Loew tal como foi contada no romance Der Golem (1915) de Gustav Meyrink.

A acção do filme decorre na Praga do séc. XVI. O líder espiritual da comunidade judaica, o rabi Loew observa as estrelas e conclui que uma terrível ameaça paira sobre o seu povo. Quando o Imperador decreta a expulsão de todos os judeus da cidade, o rabi põe em prática os seus conhecimentos arcanos e invoca o demónio Astaroth que revela a palavra mágica e dá vida ao Golem, um ser feito a partir do barro cujo propósito é proteger os judeus dos seus agressores. O rabi e o Golem são recebidos em audiência no palácio do Imperador, para reivindicar a anulação do decreto mas as autoridades recusam-se a fazê-lo. O Palácio começa a ruir e o Golem sustém os pilares, salvando a vida do Imperador que, assim, decide perdoar os judeus. De volta a casa, o rabi retira o sopro de vida ao Golem. Mas o seu assistente, Famulus, devolve a vida ao Golem para derrotar o seu rival Florian, na conquista dos favores amorosos da filha do rabi, a bela Miriam. A criatura apaixona-se também por Miriam e começa a destruir tudo o que coloca no seu caminho, até que uma inocente menina põe termo à sua fúria.

Realizado, produzido e protagonizado por Paul Wegener, Der Golem, wie er in die Welt kam é uma obra-prima do expressionismo alemão e é considerado o verdadeiro precursor de todos os filmes de criaturas não humanas animadas. O sociólogo e crítico de cinema alemão Siegfried Kracauer destacou Der Golem, wie er in die Welt kam como um dos quatro mais significativos filmes da época arcaica da indústria cinematográfica alemã.

1 comentário:

Mario disse...

O Golem é um filme especial, imperdível.